Ecrã meu, ecrã meu, haverá alguém mais entretido que eu?

Square

Será o tempo medido agora como antes e depois de AV?

Como medir o impacto do audiovisual nas nossas vidas?

Impossível. É tão gigante e diversificado o impacto na sociedade que se torna impossível de o medir. Da ciência à educação, do entretenimento à economia, não há nenhuma área que hoje não se tenha transformado graças à combinação de som e imagem num só momento e num só aparelho. Com o advento da Internet e da tecnologia, o audiovisual domina os nossos dias, literalmente.

Até há bem pouco tempo, os produtores de conteúdo audiovisuais eram profissionais e estúdios, envolvendo maquinaria sofisticada e altamente especializada. Hoje, tudo mudou com os telemóveis e o user-generated content é um fenómeno omnipresente que elevou o audiovisual para novos patamares. Todos nós somos criadores, realizadores e editores.

Viver hoje na sociedade é dividir-nos em 2 grupos: os que vêem e os que criam, duas faces da mesma moeda, ambas valiosas para todo um eco- sistema de uma indústria que não pára de crescer.

O exemplo do Youtube, casa-mãe do audiovisual:

Quase 2 bilhões de utilizadores mensais.

Depois do Google, é o site mas visitado da web.

São vistas 1 bilhão de horas de vídeos no YouTube por dia, mais do que
Netflix e Facebook Combinados.

Mais estatísticas surpreendentes aqui.

Horas a ver ecrãs.

Será que fazemos mais alguma coisa? Neste estudo, apesar de ser sobre a realidade norte-americana (do jornal NYPost), a realidade por cá não deve
ser muito diferente.

Onde passamos mais tempo a ver conteúdos e como eles transformam o
nosso consumo de audiovisual:
TV — 91%
Smartphone — 74%
Laptop — 73%
DVD/Blu ray — 64%
Desktop computer — 56%
iPad/tablet — 46%
Consola de jogos — 42%
iPhone — 31%

Uma Indústria do Entretenimento em transformação

Não se pode pensar nem antecipar o futuro do audiovisual sem o impacto nas novas tecnologias e de como a industria do entretenimento se vai transformando.

Alguns exemplos:

Menos de 15% da música ouvida em 2017 foi comprada.
As receitas no cinema nos E.U.A e Canadá bateram recordes mínimos.
Houve 4009 projetos de Kickstarter sobre música em 2016, que
conseguiram reunir 34 milhões de dólares.

Mais factos sobre a indústria, aqui.

Os 20 tios de conteúdos mais vistos no Youtube

20. Cooking
19. Couple Vlog
18. Covers
17. Auto-ajuda
16. Paródias
Para veres a lista completa até ao no1 aqui.

E ainda nem falámos da MTV ainda, sabes qual foi o primeiro Music Video a ser transmitido no canal a 1 de agosto de 1981? Ironia das ironias, vê aqui

E cinema? Aqui deixamos-te o documentário completo Side By Side narrado e conduzido por Keanu reefs sobre a transformação para o digital na realização. Inclui grandes entrevistas a grandes realizadores. Obrigado Youtube.

Claro que para teres uma formação única sobre estes temas, podes contar com os cursos da área dos Audiovisuais da Restart.
Para acabar, e porque adoramos esta música e tem o título certo para esta newsletter deixamos-te com a cover incrível do Beck ao hino de David Bowie: Sound + Vision. Põe os headphones.